Orientações Litúrgicas para o Ciclo do Natal

Orientações Litúrgicas para o Ciclo do Natal – ANO A

cf.: Diretório da Liturgia, CNBB, 2019 e 2020

TEMPO DO ADVENTO

“O tempo do Advento possui dupla característica: sendo um tempo de preparação para as solenidades do Natal, em que se comemora a primeira vinda do Filho de Deus entre os homens, é também um tempo em que, por meio desta lembrança, voltam-se os corações para a expectativa da segunda vinda do Cristo no fim dos tempos. Por este duplo motivo, o tempo do Advento se apresenta como um tempo de piedosa e alegre expectativa” (NALC, n. 39).

Anotações

  1. O órgão e os outros instrumentos musicais devem usar-se, e o altar orna-se com flores, com aquela moderação que convém ao caráter próprio deste tempo, de modo a não antecipar a plena alegria do Natal do Senhor. No Domingo Gaudete (3o do Advento), pode-se usar a cor rosada (CB, no 236).
  2. Na celebração do matrimônio, seja dentro ou fora da Missa, dá-se sempre a bênção nupcial; mas admoestem-se os esposos a se absterem de pompa demasiada.
  3. Até o dia 16, inclusive, não se permitem as Missas para diversas necessidades, votivas ou cotidianas pelos defuntos, a não ser que a utilidade pastoral o exija (IGMR, no 333). Mas podem ser celebradas as Missas das memórias que ocorrem, ou dos Santos inscritos no Martirológio nos respectivos dias (IGMR, no 316b).
  4. Amanhã, 01/12/2019, começam as leituras dominicais do ano A.

PREPARAÇÃO PRÓXIMA DO NATAL – (17-24 de dezembro)

Os dias de semana deste período visam de modo mais direto à preparação do Natal do Senhor (NALC, n. 42).

O Ofício e a Missa são sempre do dia; mas pode haver comemoração facultativa de algum santo.

TEMPO DO NATAL

O Tempo do Natal se estende desde as I Vésperas do Natal do Senhor até o Domingo após o dia 6 de janeiro (NALC, n. 33). “E a comemoração do nascimento do Senhor, em que celebramos a ‘troca de dons entre o céu e a terra’, pedindo que possamos participar da divindade daquele que uniu ao Pai a nossa humanidade’ (Oração sobre as oferendas, Missa da noite de Natal). Na Epifania, celebramos a manifestação de Jesus Cristo, Filho de Deus, ‘luz para iluminar todos os povos no caminho da salvação’ (Prefácio da Epifania)”. (Guia Litùrgico Pastoral, p. 12).

Anotações

  1. A Missa da Aurora não é conventual.
  2. Ao “E se encarnou” (no Credo), todos genufletem. Se o Credo for cantado: com os dois joelhos.
  3. Os sacerdotes podem celebrar ou concelebrar três Missas, contanto que sejam celebradas nas respectivas horas, e receber a espórtula de cada Missa.
  4. Nas Missas de Natal, usam-se regularmente as leituras propostas, com a possibilidade de escolher os textos mais apropriados de uma das três Missas, para a utilidade da respectiva assembleia (cf Lecionário Dominical, 73).
  5. Na primeira missa (“da noite”), após o Sinal da Cruz e a saudação do que preside, pode-se cantar ou recitar, do ambão, o Anúncio do Natal antes da entoação do Glória (cf. p. 40/42).

Ultimo dia do Ano –  31/12/2019

I Vésperas da Solenidade seguinte.

Nota: Hoje, último dia do ano civil, concede-se a Indulgência Plenária a todas as pessoas que, em comunidade, nas igrejas e oratórios públicos ou semipúblicos, rezarem ou cantarem o “Te Deum” em ação de graças (cf. Enchir. Indulgentiarum, n. 60).

+ Ao Rei dos Séculos Imortal e Invisível,
honra e glória pelos séculos dos séculos. Amém.

Tabela para o ano do Senhor de 2020

O ano de 2020 é ANO A (São Matheus)
e as datas das festas móveis são as seguintes:

Festas Móveis Data
Epifania do Senhor (Domingo) 05 de janeiro
Batismo do Senhor 12 de janeiro
Quarta-feira de Cinzas 26 de fevereiro
Páscoa da Ressurreição 12 de abril
Ascensão do Senhor (Domingo) 24 de maio
Pentecostes 31 de maio
Santíssima Trindade 07 de junho
SS. Corpo e Sangue de Cristo 11 de junho
Sagrado Coração de Jesus 19 de junho
São Pedro e São Paulo (Domingo) 28 de junho
Assunção de N. Senhora (Domingo) 16 de agosto
Todos os Santos (Domingo) 01 de novembro
Solenidade de Cristo-Rei 22 de novembro
1° Domingo do Advento 29 de novembro
Sagrada Família (Domingo) 27 de dezembro

Virgem Mãe de Aparecida, protegei-nos!